Páginas

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Com quem está o controle?

Sim o controle está com o Enzo e não é somente o controle da televisão, é o controle do tempo, da disposição, da atenção, do sono ... de tudo minha gente... Chegou a praticamente quatro meses e comanda a casa toda. 
Enquanto o assunto por aqui não é limite, até porque ele nem tem idade para essas imposições é ele quem dita as regras e nós (pais) vamos seguindo... mais daqui a pouco isso inverte.

Esse molequinho está uma esperteza só... e eu estou achando essa fase pós três meses o máximo.
Sinto como se o mais difícil estivesse de fato passado, aquele medo desvairado de cometer erros, aquele cansaço extremo que parecia me fazer enlouquecer, aquelas cólicas infernais e entre outros perrengues do principio da vida dos bebês passaram e tudo se tornou mais espontâneo.... e agora temos um bebê mais durinho, que dorme mais horas seguidas, que brinca e ri muito...gargalha de tudo e isso é uma delicia. Sei que virão outras fases difíceis, então estou aproveitando ao máximo cada momento. 

Então é isso, Enzo faz 4 meses sexta-feira e volto contando como foi este mês.

Tenham um dia iluminado!



domingo, 20 de maio de 2012

Caiu =(

Gente é isso mesmo no auge de seus três meses o Enzo levou seu primeiro tombo. Ele caiu e quase me infartou. Meu pequeno travesso caiu do bebê conforto quando o pai o transportava de um comodo para o outro (ele estava sem o cinto porque a mãe desnaturada não prendeu) e sendo a distância a ser percorrida uns três passos não imaginávamos que isso poderia acontecer, o fato foi que a alça não estava travada e acabou dobrando, a altura estava abaixo do joelho o que fez o impacto ser pequeno (Graças a Deus) ele bateu com o rostinho no chão e foi aquele AUÊ aqui em casa. Chorou filho, chorou mãe e se bobear chorou pai também. Não houve sangramento e nenhum machucado, mas a boca inchou muito. Levamos a Emergência e a pediatra de plantão examinou e disse que não havia nada de grave, ele tinha sofrido um trauma leve e teria que colocar gelo no lábio 3x ao dia. 
Ontem mesmo o inchaço passou, durante o dia ele ficou bastante enjoadinho mais a noite já estava todo serelepe. E hoje está novinho em folha. 
Não desejo este SUSTO terrível a ninguém. Até agora estou com meu coração doendo. 
Bom #ficadica para as mamães daqui, não ignorem o cinto de segurança nem por um momento. Eu senti na pele a minha displicência.

** Hoje o Enzo vai pela primeira vez a uma festa de aniversário infantil. Depois venho contar.

Bom Domingo a todas.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Ser mãe de menino

" Ser mãe de menino é aprender a jogar bola, brincar de carrinho, peão e futebol de botão e pensar... Porque não fiz tudo isso na minha infância se é tão divertido? É aprender o nome de diferentes tipos de caminhões, carros, aviões e demais veículos. Conhecer todos os super-heróis pelo nome, uniforme e super poderes. Ser camarada de monstros, lobos, vilões e demais seres fantásticos. É ser pirata, motorista, piloto de avião, super-herói e dinossauro. É assumir papel de herói ou vilão e se preparar porque a cada dia tem uma nova emoção. Ter pique para jogar bola e correr, jogar bola e correr e correr e correr e correr e correr mais um pouco.
Ser mãe de menino é sentir-se uma princesa protegida de monstros e bicho papão, pois tenho um príncipe valente que não me deixa na mão; é descobrir que a cor azul é tão bonita quanto a rosa, é ganhar beijo na boca, ter a face acariciada e ser chamada de linda muitas vezes ao dia.
Ser mãe de menino é ouvir das pessoas que o sexo masculino e estúpido e mal educado e provar com muito carinho que isso dependerá muito da educação que ele vai receber! Eu amo ser mãe de menino!"

Autor Desconhecido

Que essa noite seja MARA!

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Mulher Maravilha!

Vou compartilhar um texto que li em um outro blog chamado Mulher e Mãe, ele  é bem pertinente com meu momento. São muitas exigências para uma pobre mortal. Enfim posso poupar as palavras porque o texto fala por si só.


Um homem chegou em casa, após o trabalho, e encontrou seus três filhos brincando do lado de fora, ainda vestindo pijamas. Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida entregue em casa. A porta do carro da sua esposa estava aberta. A porta da frente da casa também. O cachorro estava sumido, não veio recebê-lo.

Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça. A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e encostado na parede. Na sala de estar, a televisão ligada aos berros num desenho animado qualquer e o chão estava entulhado de brinquedos e roupas espalhadas. Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos, ainda havia café da manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida de cachorro no chão e até um copo quebrado em cima do balcão. Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.


Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja. “Será que a minha mulher passou mal?”, ele pensou. “Será que alguma coisa grave aconteceu?”


Daí ele viu um fio de água correndo pelo chão, vindo do banheiro. Lá ele encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas, sabonete líquido espalhado por toda parte e muito papel higiênico na pia. A pasta de dente tinha sido usada e deixada aberta e a banheira transbordando água e espuma.


Finalmente, ao entrar no quarto de casal, ele encontrou sua mulher ainda de pijama, na cama, deitada e lendo uma revista. Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou: "Que diabos aconteceu aqui em casa? Por que toda essa bagunça?"


Ela sorriu e disse:


- Todo dia, quando você chega do trabalho, me pergunta: “Afinal de contas, o que você fez o dia inteiro dentro de casa?”


-Bem… Hoje eu não fiz nada, FOFO !!!!

Boa Noite a todas! 

domingo, 6 de maio de 2012

Digerindo os ultimos acontecimentos

Essa semana foi marcada por grandes surpresas uma ruim e as outras boas. Tinha comentado no ultimo post a minha preocupação com o retorno ao trabalho, como ficariam as coisas por aqui e tals. Mas meu patrão me ligou e pasmem fui demitida... isso mesmo demitida. Ele disse que preferiu me informar logo para eu não ter espectativas quanto ao serviço, mas deixou claro que vai respeitar todos os meus direitos. Segundo o meu sindicato a instabilidade da funcionária que retorna ao trabalho depois da licença maternidade são de três meses, partindo deste principio em agosto passo a fazer parte das estatísticas de desemprego. Só para constar ele não me falou qual o motivo da decisão e eu trabalhava lá ia fazer seis anos. (não entendi nada). Agora eu vou ficar cuidando do meu bebê tempo integral, até conseguir um novo emprego. Não penso em parar de trabalhar, preciso me sentir útil e ser dona de casa nunca esteve nos meus planos. Essa foi a surpresa ruim, me deixou muito triste e preocupada. E tá sendo difícil pra caramba de digerir.

As boas é que ontem foi meu aniversário, completei 27 anos ganhei um tablet lindo do meu filho e um sofá do marido presentes que valem pelo aniversário e pelo dia das mães rsrs ... Eu e Enzo passamos o dia na casa da minha mãe e fomos muito paparicados por todo mundo, a noite fomos a um mega rodizio de pizzas e eu me acabei. Enzo se comportou super bem e não deu um minimo de trabalho. (um fofo esse menino). O melhor presente Deus me concedeu dia 1º de fevereiro e vale para o resto da vida (Enzo).


Outra coisa muito boa que aconteceu essa semana foi que o bebê conforto chegou... gente isso é mágico. Eu não tinha comprado no enxoval sei lá porque... sou meio sequelada de vez em quando... então não comprei, resolvi comprar depois que fui a um restaurante e me ofereceram para colocar ele, o menino amou e nos deu um alivio para comer. Decidimos comprar um pra ele mesmo já estando com três meses e achei que seria útil para sairmos, que nada, é útil para tudo! Agora consigo fazer os serviços aqui em casa, na casa da vovó fica numa boa e ainda assisti televisão... fica todo metido no bebê conforto, bate tanto as perninhas que ele mesmo se balança.

Acho que é isso...

Tenham um ótimo finalzinho de domingo!

Visualizações de Página